Petista se amarra em arvore e promete só sair de lá quando “Pararem de perseguir Lula”





Blog petista lula2018.tk divulga chocante matéria.

O fanatismo passou dos limites no interior de Minas dessa vez, um homem conhecido pela vizinhança como “Quinho” passou dois dias sumidos de casa isso logo após a sentença de Moro de reter valores de Lula.

Quinho era conhecido por criticar ações da lava jato e se diz o maior admirador de Lula do país.

Após a sentença quinho permaneceu desaparecido e foi encontrado apenas dois dias depois amarrado junto a uma arvore na entrada de uma chácara que pertence ao seu amigo.




Joel dono da chacará foi quem encontrou o homem amarrado e chamou a família toda.

“Ela estava lá amarrado, não queria falar comigo, só me pediu um pouco de água e algo para comer, ele quer ficar lá até pararem de perseguir Lula”.

A filha de quinho está em depressão profunda desde o desaparecimento do pai, porém já declarou que sente raiva dessas atitudes e que pretende votar em Bolsonaro em 2018.

Fonte: lula2018.tk



You may also like...